O escritor

Ideias sobrando, as vezes faltando.

Pensamentos certos, que ninguém há de discordar. Ninguém? Na verdade o próprio há.

O papel é um refúgio, ou um amigo que aceita toda e qualquer ideia, pensamento, frase, ponto de vista.

Das incertezas saem textos, crônicas, poesias. E se todo escritor fosse bem resolvido? Não teria o que escrever? Escreveria sobre o quão bem resolvido está?

O que move o escritor? São tantos temas… relacionamento, política, satisfação, insatisfação, profissão, ciências sociais…

O que traz a inspiração para o escritor é algo ainda em estudo, em estágio de evolução, em busca de respostas, em busca de satisfação que nem sempre é desejável de ser alcançado. Um tanto contraditório né…

O escritor pode querer do fundo de sua consciência inconsciente que todos compartilhem de suas ideias, pensamentos e incertezas, mas ao mesmo tempo querer afetar ninguém, só escrever e escrever e escrever…

Por @alexandraoliver

Revisado por @crosshackl e @gabrielarruda

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s