Canalizando a energia

precisamos mesmo escolher UMA só coisa para fazer?
precisamos mesmo escolher UMA só coisa para fazer?

Foco. Foco. Foco. É o que todos dizem e, quem sabe estejam certos, pois eu ainda não estou rica, e ainda não tenho o maldito foco.

Explicando: gosto muito de TUDO o que eu faço: primeiramente o ganha pão, que se resume em ajudar empresas a se destacar entre seu público no ambiente online. Foi uma tarefa aprendida graças a muito estudo, palestras semanais (isso nunca acaba) e uma pós-graduação na área de Marketing.

Sou designer de formação e isso me traz alguns jobs também. Além disso, apesar de não ser meu forte e de eu não ter tido instrução alguma na área, amo escrever. É algo que me liberta e que posso chamar de terapia.. sonho em ainda ganhar o Nescau de todo dia com isso. Gosto de blogar, gosto de fotografia de surf, quero aprender a costurar, sou colaboradora em desenvolvimento de produtos de uma loja online, amo conceituação de interiores e de marcas. Sim, tento ganhar com tudo isso e não acho pecado.

É claro que no dia a dia o que tem minha atenção em primeiro plano é o ganha pão, todos temos contas a pagar. Porém, sempre tiro um tempinho para, despretensiosamente, escrever meus textos, fuçar a internet toda reblogando imagens que me trazem conforto e felicidade, colaborando mesmo sem receber nada para blogs e páginas. Mas a pergunta que fica é: como COMEÇAR a “ganhar o pão” com as outras paixões?

Isso foi uma das coisas que me fez trabalhar de casa, ou de qualquer lugar, conectada… pode não ser para sempre, mas ter uma liberdade de horários facilita a vida. Ir e vir. Viajar ou ficar em casa trabalhando enrolada na coberta em um dia de chuva. Poder parar e pensar em COMO fazer todas as tarefas serem financeiramente produtivas. Mas a pulguinha atrás da orelha está sempre coçando…….foco….foco….foco… será que precisamos mesmo?

Se você é como eu, não se culpe. Isso realmente perturba nossos pensamentos, mexe com nossas incertezas, but then again… a vida está aí e é muito curta para NÃO corrermos atrás de nossos sonhos, mesmo que sejam MUITOS.

Keep Trying .–xoxo–

@alexandraoliver

Revisado por @gabrielarruda

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Simony Sotelo disse:

    indagações inevitáveis da geração Y, não?! mas mesmo assim, acho importante ter foco. e o entorno, deixar apenas fluir…

  2. Juliana Caillot disse:

    Tudo depende do que é foco pra você?
    Pra mim, trabalhar em casa (ou aonde for), tendo responsabilidade e correndo atrás dos seus objetivos, já é ter foco! Até porque são poucos que conseguem ter sucesso e se policiar quando são “donos” e unicos responsáveis do seu próprio negoócio.
    Mas entendo perfeitamente as dúvidas, inseguranças, incertezas, acho que todos da nossa geração,como diz a Simo, temos… e que bom, são elas que nos movem e nos fazem crescer e correr tanto atrás desse tal de “foco”!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s