Entendendo os inconstantes

em

inconstantes

Era só uma noite de domingo pós praia com casa, bruschetta e marido quando tive um rápido pensamento que mudou o dia e vai, com certeza, aliviar muito as cobranças pessoais e me fornecer um direcionamento interessante quanto à forma de viver minha vida.

Há um tempo atrás estava cogitando a abertura de um negócio. Isso se deu pelo fato de eu ter “enchido o meu saco” de conduzir para um cliente (vamos chamá-lo de Zé) projetos que tem um início, um meio e um meio. Nunca são concretizados por surgirem novas ideias e novos projetos, que também não teriam conclusão. Isso fez com que eu e meu parceiro de trabalho, nos vendo cansados desta situação causada pelo “chefe”, começássemos a pensar em algo que, de fato, se concretizaria e teria vida longa.

A empolgação veio, as pesquisas também e tudo estava andando muito bem. Em um momento de reflexão, pensando “Qual o problema do Zé?”, me dei conta do seguinte: entendo ele, pois sou igual. Ele tem milhões de ideias pulando em sua cabeça a todo minuto. É apegado ao momento, à briga, às ideias que, momentaneamente, ele vê promissoras até que apareçam OUTRAS.

Esta reflexão se deu em alguns passos:

1- O Zé não consegue levar nada pra frente;

2- Esse empreendimento meu com meu sócio vai ser DEMAIS!

3- Quando eu me prender a isto, vou TER que levar para frente até quando? 😦

4- Todo emprego que tive foi perfeito até eu não aguentar mais e me demitir.

5- Acho que mando bem em conduzir projetos dos outros porque os clientes e projetos vão e vêm, sempre há algo novo.

6- Não consigo nem escrever um livro sequencial inteiro, pois sei que mudaria de ideia diversas vezes;

7- Todos os meus textos são picados. Se um dia for lançar um livro, será cheio de crônicas avulsas e jogadas.

8- Realmente não é do meu perfil ter um projeto profissional permanente.

9- Pronto! Me achei! Em questão de 10 minutos!

O bom de toda essa história é que ser assim pode ser bom e funcionar para mim, assim como uma pessoa pode ter um emprego a vida toda na mesma empresa e se sentir muito bem sabendo que vai ter uma aposentadoria gorda e garantida.

O que importa é conhecer o SEU perfil. Agora que descobri em 10 minutos o meu, irei direcionar melhor meus feitos, minha vida e não mais perderei tempo em projetos que possam me frustrar por não ter “futuro”.

Por @alexandraoliver

revisado por @sofiaricci_

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s