A vida.

vida

Não interessa o quê você almeja para 2025.

Não interessa ONDE você quer estar.

Não interessa o cargo que você quer estar ocupando nos próximos 5 anos.

Não interessa com quem você quer estar casado e tendo 2 filhos nos próximos 10 anos.

Tudo o que interessa é a vida que você quer ter semana que vem. Ou amanhã de manhã. Ou durante as suas próximas férias.

Por que não temos controle sobre o que vai acontecer nos próximos 5 ou 10 anos?

Porque para começar, não sabemos se estaremos vivos. Oh meu Deus! Para quê pensar assim? Res.: porque é assim que é. A vida está rolando, fazendo, acontecendo, vivendo, morrendo. E aí? A gente tem um péssimo hábito de pensar em um amanhã SUPER distante, somente para nos confortar, pois os planos para aquele amanhã não podem ser concretizados AGORA. Não existe a grana, não existe o tempo, não existe o empenho. A empresa pode estar fechada em 5 anos e o futuro pai dos seus filhos pode não estar contigo em 10 anos.

Depois de um BOM (e “bom” veio em letras garrafais por um motivo) tempo perseguindo um amanhã que mudou de face umas trezentas vezes, resolvi focar meu objetivo de vida no “daqui a pouco”. Se hoje foi um dia de relatórios bem entregues e elogios profissionais, realizei meu sonho a curto prazo, afinal, aquilo foi resultado de todo um esforço do meu dia. Um dia que não volta mais.

Penso que se no final de semana que vem eu viajar com meu noivo para Garopaba/SC, ver o sol nascer em um dia aberto e desfrutar uma manhã de praia maravilhosa, será inesquecível, e entrará para as memórias iradas da vida. Sonho realizado.

Percebendo o quanto a vida é frágil para todos, os objetivos podem ser simplificados. Hoje, trabalhei melhor que ontem. Amanhã, trabalharei pior que depois de amanhã. Se eu passar o dia sem uma briga, meu sonho de vida, hoje, está realizado. Se eu passar o dia com um sorriso no rosto e conseguir tomar minhas 3 canecas de chá verde mantendo meu otimismo em relação à vida, meu dia está feito.

A gente tem mania de procrastinar, todos nós fazemos isso e em todos os aspectos da vida. Sabendo desse fato (porque ninguém é Zé Mané), não seria melhor focarmos todas as nossas forças para o que queremos amanhã de manhã ao invés de “daqui a 10 anos”?

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s